Pai Rico, Pai Pobre – As 10 Melhores Lições Do Livro.

pair rico pai pobre introdução 640x360 1 - Pai Rico, Pai Pobre – As 10 Melhores Lições Do Livro.

O tão famoso livro “Pai Rico, Pai Pobre” é um Best Seller mundial do tema finanças pessoais, escrito por Robert T. Kiyosaki e a coautora Sharon L. Lechter.

Com certeza esse livro já mudou para melhor a vida de milhões de pessoas ao redor do mundo, e nos próximos minutos você vai entender bem por quê.

O livro é tão famoso, que é sucesso de vendas em várias partes do mundo, e não é por menos, ele traz dicas e conselhos fantásticos, capazes de mudar a vida financeira de qualquer pessoa que esteja disposta a implementá-las.

O livro traz dezenas de conselhos importantíssimos que fica até difícil escolher quais são os melhores para colocar nesse artigo.

Literalmente, todas as dicas do livro, e todos os livros dessa série são ótimos! Recomendo fortemente que você os leia.

No livro, Robert Kiyosaki nos conta que teve dois pais, um rico e um pobre.

Cada um dos pais lhe ensinou lições diferentes sobre negócios e dinheiro, e tinham visões totalmente diferentes sobre enriquecimento.

Portanto, se você quer aprender lições valiosas sobre como ganhar dinheiro, e como enriquecer e melhorar de vida, você precisa ler esse artigo até o final para descobrir quais são as 10 lições que considero as mais fantásticas do livro, combinado?

Assim você conseguirá seguir mais rápido rumo à sua prosperidade financeira!

Tenho certeza de que essas dicas também promoverão melhorias na sua forma de pensar.

Vamos lá?

pair rico pai pobre a corrida dos ratos 640x579 1 - Pai Rico, Pai Pobre – As 10 Melhores Lições Do Livro.

Com certeza umas das lições de Robert Kiyosaki que mais ficam marcadas em nossa mente quando lemos Pai Rico, Pai Pobre, é o que o autor chama de corrida dos ratos.

Basicamente, esse é o termo que o autor encontrou para nomear a forma com que a grande maioria dos trabalhadores assalariados vive.  

A meu ver, ele define como corrida dos ratos, o hábito de vida limitado e ineficiente de muitas pessoas, que é gerado principalmente pela falta de conhecimento.

Na prática, a pessoa não percebe que está em um ciclo autodestrutivo de ganha e gasta.

Dessa forma, tudo que ela ganha, ela gasta, e muitas vezes com coisas sem necessidade.

Esse problema é causado pelo fato de a pessoa adotar uma filosofia de vida imediatista, sem pensar no amanhã, sem desejar prosperar e acumular patrimônio.

E enquanto a pessoa não se convencer de que deve mudar essa forma “imediatista” e “gastadora” de pensar, não adianta ela ganhar mais, porque mesmo que ela ganhe mais, ela vai continuar gastando tudo o que ganha, independentemente do quanto ganha.

Ou seja, a pessoa que pensa de forma imediatista, nunca evoluirá financeiramente, ficando sempre no ciclo de ganha e gasta, ganha e gasta.

E pior, muitas pessoas fazem dívidas para conseguir comprar o que desejam, esse é o pior cenário de todos.

A mensagem mais importante do livro sobre a corrida dos ratos é fazer com que a pessoa se conscientize que ela vive dessa forma, e a partir daí, que ela pare imediatamente com esse tipo de comportamento e procure evoluir.

Pai Rico, Pai Pobre # Lição 2 – Educação financeira, a solução.

O livro Pai Rico, Pai Pobre apresenta os conhecimentos sobre educação financeira como a grande solução para sair do ciclo autodestrutivo da corrida dos ratos.

Concordo 100% com o autor, adquirir informações é o primeiro grande passo para mudarmos nossas vidas.

Infelizmente no Brasil os conceitos sobre educação financeira são muito pouco divulgados.

Más existe esperança, o governo anunciou que a partir de 2021 será implantada aulas de educação financeira para as crianças nas escolas públicas, “antes tarde, do que nunca”.

O livro Pai Rico, Pai Pobre, destaca quatro habilidades fundamentais que as pessoas deveriam desenvolver, são elas:

# Conhecer os números;

# Conhecer sobre as estratégias de investimentos;

# Conhecer sobre os mercados;

# Conhecer sobre as leis.

Ou seja, segundo o autor, a solução para mudar a forma de pensar é aprofundar os conhecimentos sobre esses quatro conceitos.

O portal Clube Patrimônio foi criado pensando, justamente, em ajudar você a conseguir informações variados sobre educação financeira, empreendedorismo e investimentos.

E hoje em dia, com o avanço da tecnologia, existem muitas informações de qualidade e gratuitas na internet, aproveite isso.

# Lição 3 – Continue aprendendo sempre.

pair rico pai pobre continue aprendendo 640x426 1 - Pai Rico, Pai Pobre – As 10 Melhores Lições Do Livro.

Outro conceito muito importante que o autor ressalta no livro, é o conceito de nunca parar de aprender.

Inclusive no livro Pai Rico, Pai Pobre, o autor faz uma comparação muito interessante entre duas formas de conhecimento diferentes.

Os conhecimentos acadêmicos (universitário), que é o que seu “pai pobre” detinha, más, que não lhe rendeu grandes frutos, e, os conhecimentos variados sobre a vida, principalmente relacionados ao gerenciamento de negócios, que é o que seu “pai rico” detinha, e que o tornou muito rico.

Um fato que chama muito a atenção no livro, é que seu “pai rico” não havia terminado nem o ensino médio, más mesmo assim, ganhou muito mais dinheiro do que seu pai pobre.

Importante ressaltar, essa mensagem não deve ser entendida como um desestímulo ao conhecimento universitário, e sim, que somente ele não é fator determinante para se ganhar dinheiro.

Essa é uma lição inusitada, de que conhecimentos variados sobre a vida, principalmente relacionados a criação e gestão de negócios, são tão, ou até mesmo mais importantes, do que conhecimentos universitários.

A meu ver, a grande lição que tomo dessa comparação é que no final das contas, não adianta nada ter um alto nível de conhecimento sobre uma profissão, más, ignorar totalmente a importância de adquirir conhecimentos relacionados a outros temas importantes, como às finanças e os investimentos, por exemplo.

Pai Rico, Pai Pobre # Lição 4 – Comece o quanto antes.

Outra grande lição do livro Pai Rico, Pai Pobre é a tentativa do autor de nos conscientizar para a importância de começarmos o quanto antes a aprender conceitos sobre educação financeira, sobre gestão de negócios, e principalmente, começarmos a construção de nosso patrimônio financeiro.

A grande maioria de nós brasileiros, não nasceu em uma família rica, como acontece nos países de primeiro mundo.

E muitos de nós, também não tivemos a oportunidade de receber conselhos de alguém rico como Robert teve, e isso faz muita diferença.

Felizmente, Robert é um raro rico muito generoso, que decidiu compartilhar seus conhecimentos com as pessoas menos afortunadas.

E no livro, ele nos deixa outra mensagem muito importante, a de que, independentemente de quantos anos você tem, nunca é tarde para seguir seus sonhos, portanto, não perca tempo, foque em seus projetos, e comece o quanto antes, simples assim.

Existe uma frase de um grande empresário que diz o seguinte:

“O melhor dia para começar foi a dez anos atrás. O segundo melhor dia é hoje”.

Ou seja, nunca é tarde.

# Lição 5 – Entenda bem a diferença entre ativo e passivo.

No livro, Robert nos apresenta uma forma muito simples e fácil de lembrar sobre a grande diferença entre ativos e passivos, ele diz o seguinte:

Ativo é tudo aquilo que coloca dinheiro no seu bolso e passivo é tudo aquilo que tira dinheiro do seu bolso”.

Para muitas pessoas é muito difícil, e até mesmo chocante, ter que aceitar essa afirmação.

Porque uma vez que você reflita sobre ela, verá que na verdade, a grande maioria das pessoas acredita estar fazendo a coisa certa, quando na verdade pelo ponto de vista de ativos e passivos ela não está.

Por exemplo.

As pessoas adquirem bens que acreditam ser benéficos, como carros, casa financiada, smart phones etc.

Más, pelo ponto de vista dos ativos e passivos, ela está acumulando bens que a estão prejudicando financeiramente, porque na verdade eles são passivos. 

Ou seja, a pessoa sempre terá que tirar dinheiro do bolso para pagar o uso desses bens.

Más, esses bens poderão se tornar ativos, se ao invés de só gastarmos, conseguirmos fazer dinheiro com eles, como por exemplo, comprar casas e alugá-las, utilizar o veículo para trabalhar com entregas etc.

A mensagem mais importante aqui é procurar acumular ativos, e evitar comprar passivos.

Pai Rico, Pai Pobre # Lição 6 – Entenda as quatro origens do dinheiro.

pai rico pai pobre a importância de empreender 830x476 1 - Pai Rico, Pai Pobre – As 10 Melhores Lições Do Livro.

Segundo Robert Kiyosaki, só podemos gerar dinheiro através de quatro formas diferentes, o que ele chama de quadrantes, são eles:

# Empregado;

# Autônomo;

# Dono de empresa;

# Investidor.

Concluímos facilmente que a grande maioria das pessoas está no quadrante empregado e autônomo.

Nesses dois quadrantes, a pessoa gera dinheiro de forma limitada, ou seja, ela precisa exercer um trabalho pessoal e muitas vezes braçal, para isso.

Basta observarmos essa forma de fazer dinheiro, que entenderemos muita coisa sobre o futuro financeiro dessas pessoas.

Porque como ela está claramente limitada sob o ponto de vista de tamanho de público alvo e faturamento, ela subirá com muita dificuldade na escada financeira, ou seja, a chance maior é que continue pobre.

Nos quadrantes, dono e investidor, está a menor parte da população, que já é, ou, ficará financeiramente independente com muito mais facilidade.

Nesses quadrantes as pessoas geram dinheiro na forma de prolabore e renda passiva.

Ou seja, elas colocam o dinheiro para trabalhar para elas (investem), e não fazem todo o trabalho sozinhas (criam empresas).

A mensagem mais positiva e importante dessa lição é que, as pessoas do quadrante, empregado e autônomo, podem passar para os quadrantes, dono e investidor, a qualquer momento.

E na verdade, deveríamos desejar passar para esses quadrantes, deveríamos desejar uma vida melhor.

Más, isso depende da forma com que cada pessoa pensa, e isso, somente cada um pode mudar.

E sabe qual é o melhor caminho, e o mais rápido, para passar para os quadrantes dono e investidor?

Muito simples, adquirir informações adequadas e mudar a forma de pensar e de agir.

Esse é justamente o objetivo do portal Clube Patrimônio, transmitir informações capazes de transformar a forma das pessoas pensarem, e assim, se convencerem de que podem, e merecem, ter uma vida financeira melhorar.

Quando iniciei minha jornada, não existiam sites e blogs, muito menos pessoas interessadas em transmitir informações importantes sobre educação financeira e investimentos de forma gratuita.

Por isso meu amigo (a), se você tem interesse em passar para o quadrante dono e investidor, recomendo fortemente que você devore os artigos do site, ok?

E sabe qual é a outra ótima notícia, que talvez você ainda não tenha se dado conta?

Você vive em um país livre!

Somos um país capitalista democrático, ou seja, não estamos presos nos quadrantes empregado e autônomo, podemos mudar a qualquer momento, isso só depende de nós.

Se você ainda não entendeu o que eu estou querendo dizer, preste muita atenção, vou tentar explicar de outra forma.

Você pode não dar valor para isso, más, nem todas as pessoas do mundo vivem de forma livre!

Já ouviu falar da Coreia do Norte, não é?

Lá o sistema é militarista comunista.

Em um sistema desses meu caro (a), as pessoas não têm liberdade nem de expressão, nem de ir e vir, muito menos, ter liberdade para fazer o que acredita ser preciso para melhorar de vida.

Ou seja, muitas pessoas estão literalmente colocando a vida em risco para tentar conseguir o nível de liberdade e autonomia que você já tem só por morar aqui no Brasil.

Isso mesmo, pessoas morrem somente para tentar sair de lá.

Ou seja, aprenda a dar valor à sua liberdade!

Você já é livre para, ao menos, tentar criar um negócio próprio e mudar de vida agora mesmo!

Aproveite isso! (Enquanto há tempo!) porque de uma hora para outra, muita coisa pode mudar no mundo, ok?

# Lição 7 – Elimine suas crenças limitantes.

Acreditar em crenças limitantes é outro fator muito prejudicial que “literalmente” pode acabar com sua vida!

Más, o que é uma crença limitante?

Uma crença limitante é acreditar em um conceito que, na realidade, não corresponde 100% com a verdade.

Uma crença limitante distorce a verdade, na maioria das vezes generaliza a situação, e pior, faz com que você veja a situação somente pelo ponto de vista negativo, ao invés de pensar, racionalmente, baseado na realidade dos fatos.

Más, porque acreditar em crenças limitantes é tão prejudicial?

O maior problema de acreditar em crenças limitantes é justamente como o próprio nome diz, é uma “crença limitante”. Ou seja, ela tem um enorme poder de limitar a sua vida.

O grau de poder de limitação de uma crença limitante, varia dependendo da origem da crença, e da idade a que você foi doutrinado a acreditar nela.

Ou seja, quanto mais importante for a fonte da crença limitante, e, quanto mais jovem você for, maior será o poder dessa crença limitante de atrasar a sua vida.

Por exemplo, se quando você tinha 7 anos de idade, se seus próprios pais, ou, professores, ou, um líder religioso, disser para você, que você deve acreditar em um conceito, você vai acreditar quase que cegamente.

Isso ocorre porque eles são uma forte referência positiva para você, e você acredita que eles sabem o que dizem.

Por isso, o que eles fizerem você acreditar ficará gravado em sua mente com muita força.

O grande problema é que nem tudo que pessoas boas dizem, corresponde em 100% com a realidade dos fatos.

O seja, por mais que sejam seus pais, ou, seus professores, ou, seu líder religioso, todos são humanos, e podem estar errados de alguma forma, ok?

Por isso é muito importante que você desenvolva um pensamento crítico e independente, um pensamento filosófico. Ter opinião própria!

E uma das piores crenças limitantes que existem é falar mal sobre dinheiro, falar mal sobre quem já tem muito dinheiro, e até mesmo falar mal de quem deseja acumular dinheiro.

Este conceito equivocado infelizmente está enraizado em muitas famílias brasileiras, principalmente em famílias com forte vínculo religioso.

Muitas dessas famílias desprezam, e até mesmo odeiam, tanto o conceito de “ter dinheiro”, quanto o conceito de “enriquecer”.

Isso ocorre pelo simples fato de terem sido doutrinados a seguir pontos de vista equivocados, e, conceitos interpretados de forma errada.

Acredito que você já tenha ouvido falar em frases como essa:

“É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no reino dos céus”.

É sobre esse tipo de conceito equivocado que me refiro.

Esse conceito passa a ideia errada de que todo rico é maldoso, ou, que desejar ser rico é errado.

Isso faz com que as pessoas passem a ver o dinheiro como algo ruim, e até mesmo algo do mal.

Quando na verdade, o dinheiro nada mais é do que uma ferramenta, que pode, e deve, ser utilizada para fazer o bem.

Para eliminar esse conceito limitante de sua vida é muito fácil!

Basta observar quem são as pessoas que geram empregos no Brasil e no mundo.

São as pessoas mais abastadas, e muitos abastados nasceram pobres, conseguiram melhorar seu padrão de vida, e hoje ajudam muitas pessoas gerando novos empregos.

Para eliminar de vez esse conceito de sua vida, observe também como alguns líderes religiosos vivem, e compare.

Eles vivem uma vida em que se enquadra mais como, pobre? Tendo que trabalhar para sobreviver? Ou, como os ricos, cercados de benefícios e regalias?

E se os próprios líderes religiosos vivem muito bem, o que o faz pensar que não é merecedor de viver uma vida melhor?

Portanto, se você ainda acredita nesse tipo de crença limitante, tome muito cuidado, porque o seu nível de sucesso na vida está diretamente relacionado ao que você acredita, tanto sobre dinheiro, quanto a tudo que se relaciona a ele, ok?

No livro, Robert Kiyosaki dá exemplos do que seus pais costumavam dizer, como seu pai pobre:

Não dá para comprar isso!”

O amor ao dinheiro é a fonte de todo o mal

“Estude arduamente para poder trabalhar em uma boa empresa

Ele também exemplifica o que seu pai rico dizia:

O que posso fazer para comprar isso?”

A falta de dinheiro é a raiz de todo o mal

“Estude arduamente para comprar uma boa empresa

Perceba que as frases têm pontos de vista diferentes com relação a dinheiro, onde seu pai pobre sempre falava sobre dinheiro de forma negativa, e seu pai rico sempre falava sobre dinheiro de forma positivo.

Pode acreditar, não é coincidência, o que você pensa se reflete em sua vida!

Esses exemplos só nos levam a concluir que devemos, principalmente, modificar o nosso ponto de vista com relação ao dinheiro, e, à forma como lidamos com ele.

Ou seja, preste atenção à sua opinião sobre o dinheiro, e passe a pensar de forma positiva sobre ele.

Pai Rico, Pai Pobre # Lição 8 – Coloque o seu dinheiro para trabalhar para você.

pair rico pai pobre coloque o dinheiro para trabalhar 640x426 1 - Pai Rico, Pai Pobre – As 10 Melhores Lições Do Livro.

Algumas pessoas têm muita dificuldade de entender o conceito de colocar o dinheiro para trabalhar, más, esse é muito importante e poderosíssimo, deixe-me explicar.

Justamente o que cria o ciclo da corrida dos ratos, e que não deixa a pessoa sair do lugar, é o fato de algumas pessoas, sem perceber, trabalharem “somente pelo dinheiro”.

Ou seja, se ela parar de trabalhar amanhã, a mina seca, e ela começa a passar dificuldades financeiras.

Uma das formas de medirmos o quanto uma pessoa é rica, é pelo número de anos que ela conseguiria viver mantendo o seu padrão de vida, mesmo que ela parasse de trabalhar.

Faça esse exercício com você mesmo.

Se você parasse de trabalhar amanhã, quanto tempo viveria sem dificuldades?

Se semanas depois você já começa a passar por dificuldades financeiras, esse é um forte sinal de que você precisa aprender mais sofre educação financeira.

E principalmente, que você precisa começar imediatamente a aplicar esses conhecimentos em sua vida.

Agora, se você parar de trabalhar amanhã, e conseguir viver mais 3 anos da mesma forma, aí você já entendeu bem o conceito de ser rico, multiplique isso.

Ou seja, colocar o dinheiro para trabalhar para você é criar várias fontes de renda diferentes, principalmente fontes de renda passiva.

E fazemos isso criando, ou, comprando vários tipos de ativos diferentes, como por exemplo, escrevendo livros, criando negócios próprios, comprando imóveis para alugar, comprando títulos públicos, comprando ações de boas empresas boas pagadoras de dividendos, enfim investindo em uma carteira ampla e diversificada.

Tudo se resume a:

Ou você trabalha pelo dinheiro, ou, o dinheiro trabalha para você.

# Lição 9 – Empreender é muito importante.

pair rico pai pobre empreenda 640x410 1 - Pai Rico, Pai Pobre – As 10 Melhores Lições Do Livro.

Essa é outra grande lição do livro “Pai Rico, Pai Pobre”, em que o autor deixa bem claro o seu ponto de vista sobre o quanto é importante “aprendermos a empreender”, o quanto antes.

No decorrer do livro, ele sempre nos incentiva a aprender mais sobre empreendedorismo.

E com toda razão, porque empreender exige que tenhamos várias habilidades, como liderança, boa comunicação, capacidade de resolver problemas, disciplina etc.

Para ele, dominar a arte de empreender e criar seus próprios negócios é o grande “pulo do gato” para melhorar totalmente de vida.

Pai Rico, Pai Pobre # Lição 10 – Entenda a diferença entre ser pobre e estar falido.

Robert ressalta que é muito importante entendermos a diferença entre, ser pobre, e, estar falido, “quebrado”.

Segundo ele, estar falido é um estado temporário, que pode acontecer com qualquer pessoa após um evento inesperado, principalmente após um empreendimento ser mal sucedido.

Ou seja, pensando dessa forma, aceitaremos que a falência é uma consequência que todo empreendedor deve aprender a aceitar, pois ela decorre de um estado mental positivo, que é o pensamento empreendedor.

Más, pensar de forma pobre é adotar um estado mental errado e limitante, que é o oposto da mentalidade empreendedora.

Portanto, ele nos incentiva a enxergar a falência sobre um ponto de vista positivo, que é uma situação temporária, e que não deve ser motivo para desistirmos de nossos objetivos.

Ele também nos incentiva a eliminar nosso pensamento pobre, pois ele nos leva a crer que nunca iremos evoluir e melhorar financeiramente.

Conclusão.

Como eu disse, o livro “Pai Rico, Pai Pobre” em si é insubstituível, recomendo fortemente que você o leia o quanto antes.

Más, as dicas deste post já te dão uma noção do quão bom é a série “Pai Rico, Pai Pobre”, que tem vários temas diferentes.

Robert Kiyosaki ajudou a mudar a minha forma de pensar, e ajudou a melhorar a minha vida, tenho certeza de que a partir de agora, a sua vida também mudará para melhor.

Porque todos nós deveríamos almejar uma vida financeira melhor, inclusive atingir a independência financeira o quanto antes.

Por isso, se você quer entender como atingir esse nível de liberdade, recomendo fortemente que leia o nosso artigo sobre esse assunto, o descubra quanto custa a sua independência financeira.

Bem amigo (a), espero que você tenha gostado das dicas, e espero sinceramente que você as aplique em sua vida.

Posso te pedir um favor?

Se você acredita que esse artigo pode ajudar um ente querido, por favor, compartilhe nas redes sociais, ok?

Até mais.

Forte Abraço.

Marcio Watanabe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *